quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Carnaval e Sociologia


Não fosse o grande sábio Émile Durkeim (1858-1917) ter firmado os principais postulados da Sociologia como ciência e ainda estaríamos engatinhando nessa ciência. Importante Ciência, não pensem ser simples examinar os movimentos sociais com seus fenômenos quase inexplicáveis.

Na explosão carnavalesca os laços de repressão social se afrouxam e a questão da anomia, tão bem descrita por Durkeim, fica imersa, escondida. Mas a quarta-feira de cinzas não encerra com o problema da anomia, mas o torna mais visível ainda.

A anomia envolve grupos sociais que não se adaptam às regras sociais de espécie alguma, seriam mendigos e párias? Talvez. Em termos de Ciências Humanas não podemos ter certeza de absolutamente Nada.

17 comentários:

sim_ eu_ digo disse...

Me acabei, viu?
Tô na anomia
E não abro!
Beijo gostoso

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Aprendo, venho aqui por isso e pela tua amizade!!!Bjs

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querido amigo, quem tem certeza sempre de tudo é um imbecil.
Adorei esta postagem. Vá por lá, te espero
beijos

O Profeta disse...

Uma visão interessante...


Abraço

Rico E disse...

O carnaval é quando os grupos sociais oprimidos mostram a cara, misturando-se aos demais, dando uma falsa idéia de homogeneidade, nem que seja por quatro dias.

Rico E disse...

Parabéns pelo seu blog, muito bacana!
Um abraço,
Rico E

Huma Senhora disse...

A anomia é hoje caracteristica comum a grande parte de nós, seres humanos eternamente insatisfeitos que acabam por perder a identidade. Felizmente ainda nem todos nos apercebemos disso.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Passei para desejar um ótimo final de semana.
beijos

Carla Silva e Cunha disse...

Ola
agradeço muito a visita e espero mesmo que tenha gostado da minha galeria e especialmente das minhas telas
bom fim de semana
beijinhos
Carla

VANUZA PANTALEÃO disse...

Curitiba te agradece, com certeza!
Beijossss

O Profeta disse...

És madeira verde
Ou apenas mulher perdida
Testemunha de berço feito de penas
Arca perdida da dor contida

Tudo isto é universo
Em límpida poça de água
Onde as conchas têm a forma de coração
Onde o sal afasta a mágoa

A ti que és meu amigo especial
convido-te a partilhar comigo o “sítio das conchas azuis”




Abraço

angel bar disse...

E haja o tempo em que se solta os sonhos...

Convite para Long Drink "Flamenco" no Angel Bar.

Boa Semana.

Lucinha disse...

Bom dia Adriano.. vim ver as novidades... desejo a vc uma semana cheia de alegrias.. beijinhos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Passei para avisar que tenho novidades por lá.
beijos

O Profeta disse...

Para meditar o que escreves...


Aquele abraço

VANUZA PANTALEÃO disse...

É uma honra receber sua visita!

Bom domingo!Bjs

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

passei para desejar a voc~e uma boa semana.
beijos